Notícias

Sintufal parabeniza o novo reitor e defende o aumento do canal de diálogo entre a entidade e a universidade

Sindicato parabeniza o professor Tonholo, que vai exercer o cargo de reitor da Ufal pelos próximos 4 anos

Decreto com a nomeação do novo reitor saiu, nesta sexta-feira, dia 17 de janeiro de 2020, no Diário Oficial da União
Decreto com a nomeação do novo reitor saiu, nesta sexta-feira, dia 17 de janeiro de 2020, no Diário Oficial da União Arte: Ascom/Sintufal

O Sindicato dos Trabalhadores na Universidade Federal de Alagoas (Sintufal) parabeniza o professor Josealdo Tonholo, que foi ratificado para exercer o cargo de reitor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) com o mandato de quatro anos – segundo o decreto que saiu, nesta sexta-feira, dia 17 de janeiro de 2020, no Diário Oficial da União (confira aqui). A entidade saúda também a professora Eliane Cavalcanti, que será a vice-reitora.  

Ano passado, à época da votação realizada em sessão extraordinária do Conselho Universitário (Consuni) para a escolha da lista tríplice que foi encaminhada para o Ministério da Educação, o professor Josealdo Tonholo fez questão de penhorar seu agradecimento aos conselheiros e, também, à comunidade universitária. “Espero ter a honra de conduzir essa universidade, para que seja respeitada a escolha da comunidade universitária, referendada pelo Consuni. Queremos consubstanciar ainda mais a Universidade para que ela possa cooperar na edificação de uma sociedade mais justa e mais igual”, ponderou Tonholo. Hoje cedo o novo reitor gravou um áudio descrevendo sua alegria pela nomeação. Ouça a fala do novo gestor da Ufal.

O Sintufal defende a necessidade de se manter um canal de diálogo sempre aberto e, também, resguarda, intransigentemente, a conservação dos direitos de todos aqueles que são a sua base de sustentação, ou seja, os servidores da Ufal. A entidade tem consciência de que estamos em meio a uma luta histórica, persistente; e enquanto houver o capital, o trabalho, precisamos encontrar formas viáveis para manter a luta, pois este é um dos caminhos para esclarecer a sociedade.

Por fim, o Sintufal externa a defesa, irrestrita, da autonomia universitária preconizada no Artigo 207 da Constituição Federal, que assegura que as universidades gozam de autonomia didático-científica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial, e obedecerão ao princípio de indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. E, claro, defendemos a universidade pública, gratuita e de qualidade!

Ícone facebook
Ícone twitter
Ícone whatsapp
Ícone email
Ícone impressora