Notícias

Sintufal enfatiza a necessidade da luta diária pelos direitos das mulheres

Arte: Ascom/Sintufal

A Coordenação da Mulher do Sindicato dos Trabalhadores na Universidade Federal de Alagoas (Sintufal) destaca a importância da luta diária pelos direitos das mulheres. O Dia Internacional de Luta pelos Direitos das Mulheres é uma bandeira que serve para, principalmente, expor a violência e os crimes contra as mulheres. Além disso, representa, também, um limite na batalha contra as hostilidades e desigualdades, colocadas em função do gênero feminino.  

Para o coordenador de comunicação do Sintufal, jornalista Ricardo José Oliveira Ferro, chegou o 8 de março e nós – enquanto legítimos representantes dos trabalhadores na Universidade Federal de Alagoas – evidenciamos que essa data é sinônimo de luta contra todos os intentos que buscam emudecer a voz feminina e transformar o sofrimento das mulheres em algo intangível e imperceptível. “O Dia Internacional de Luta pelos Direitos das Mulheres deve servir, principalmente, para evidenciar as mais distintas formas de opressão que atingem as mulheres, a classe trabalhadora feminina, e essa é uma luta permanente”, destaca o coordenador.

Origem da dataDados da BBC asseguram que a origem da data escolhida para celebrar as mulheres tem algumas explicações históricas. No Brasil, é muito comum relacioná-la ao incêndio ocorrido, em Nova York, no dia 25 de março de 1911, na Triangle Shirtwaist Company, quando 146 trabalhadores morreram, sendo 125 mulheres e 21 homens (na maioria, judeus), que trouxe à tona as más condições enfrentadas por mulheres na Revolução Industrial. No entanto, segundo também a BBC, há registros anteriores a esse episódio que trazem referências à reivindicação de mulheres para que houvesse um momento dedicado às suas causas dentro do movimento de trabalhadores.

Ícone facebook
Ícone twitter
Ícone whatsapp
Ícone email
Ícone impressora