Notícias

Sintufal repudia ação da justiça no caso Mariana Ferrer

Arte: Ascom/Sintufal

O Sintufal repudia a ação da justiça de Santa Catarina no caso do estupro da influencer Mariana Ferrer, tanto na forma da condução da ação, quanto em seu desfecho.

O Brasil tem se tornado em um dos piores países para mulheres. A cada 11 minutos uma mulher sofre estupro, 30% das vítimas são menores de 13 anos de idade. Realidade essa reforçada por instituições que deveriam combater a violência e proteger as vítimas.

Uma vergonha o que fizeram o Juiz Rudson Marcos e o promotor Thiago Cariço, ao garantir a impunidade no caso do estupro da influencer.

Até quando ficaremos gritando por justiça? Até quando a mulher vitima de violência será julgada por seus algozes? Porque não são julgados os estupradores; mas, sim, as vítimas?

O Sintufal repudia mais essa injustiça e exige que a Justiça seja feita em toda a sua plenitude, com a punição nos rigores da Lei. Estupro culposo não existe!

Justiça para Mariana e todas as mulheres!

#sintufal #sindicato #ufal #sindicatodostrabalhadores #brasil #universidadefederaldealagoas #maceio #alagoas #naoexisteestuproculposo #JustiçaPorMariFerrer

Ícone facebook
Ícone twitter
Ícone whatsapp
Ícone email
Ícone impressora