Notícias

16/04/2019

Direção do Sintufal é recebida pela reitora Valéria Correia

Coordenadores do Sintufal participam de primeira reunião com reitora Valéria Correia
Coordenadores do Sintufal participam de primeira reunião com reitora Valéria Correia

Discutir e encontrar soluções para questões que afligem diretamente os trabalhadores da Ufal e filiados ao Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de Alagoas (Sintufal). Este foi o objetivo central da primeira reunião entre a Nova Gestão Colegiada do Sintufal e a reitora Maria Valéria Costa Correia, na tarde desta terça-feira (16/04), no gabinete da Reitoria. 

De acordo com Paulo Omena, coordenador geral do Sintufal, a nova gestão do Sindicato entende que o diálogo é o melhor caminho para se fomentar soluções capazes de satisfazer as necessidades dos trabalhadores e da gestão da universidade. “Vamos defender os nossos filiados em todas as demandas necessárias. Seja por meio do diálogo ou através das vias legais”, enfatizou o coordenador. 

Ele acrescentou ainda que este primeiro momento de contato formal entre o Sindicato e a gestão da universidade serviu também para apresentar parte dos integrantes da chapa eleita do Sintufal, uma vez que são 25 componentes e, principalmente, entregar uma pauta inicial de reivindicações da nossa categoria. 

A reitora Valéria Correia disse que pretende manter um diálogo permanente com as entidades de classe, pautado numa relação de respeito/autonomia. Já o vice-reitor, professor José Vieira da Cruz, parabenizou a nova gestão do Sintufal e destacou o quanto as universidades e os trabalhadores brasileiros vêm sofrendo com as medidas desse novo governo.  

Segundo a Pró-Reitora de Gestão de Pessoas e do Trabalho, Carolina Gonçalves de Abreu, em relação à regulamentação do TAC referente à questão do assédio moral, a portaria já foi encaminhada para publicação. “Vamos agendar uma nova reunião entre a Progep e o Sintufal, na próxima quarta-feira, dia 24, às 14h, no Centro de Interesse Comunitário (CIC), para tratarmos do tema referente às condições de trabalho da Comissão de 30 horas”, informou a Pró-Reitora.