Notícias

20 de novembro é sinônimo da luta do povo negro

20 de novembro - Dia da Consciência Negra. Arte: Sintufal
20 de novembro - Dia da Consciência Negra. Arte: Sintufal

O dia 20 de novembro celebra o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. Nesta quarta-feira será um novo momento para a data que muito representa para a população afro-brasileira ser, novamente, comemorada. Foi nesse dia que faleceu o líder do mais povoado quilombo da América Latina – o Quilombo dos Palmares. Lá, era uma “espécie de cidade”, que chegou a abrigar cerca de 20 mil pessoas, que foram massacradas pelas tropas governamentais antes da morte de Zumbi – herói negro – acontecida em 20 de novembro de 1695.

O 20 de novembro é, também, um empenho do Movimento Negro do Brasil somente instituído, oficialmente, em 2011, pela então presidenta Dilma Rousseff (PT), que sancionou a Lei nº 12.519, que instituiu a data como o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra.

Um dos monumentos da resistência da população à escravidão está incrustado em Alagoas, no município de União dos Palmares. Trata-se do Parque Memorial Quilombo dos Palmares, localizado na Serra da Barriga, palco do cenário de luta onde viveu Zumbi e a comunidade que lutava pelos direitos do povo negro.

Dados do Parque Memorial Quilombo dos Palmares revelam que o 20 de novembro é “uma ação, aliás, que interessa não apenas aos negros, mas à humanidade, porque, como ocorre em relação a todo e qualquer genocídio, é importante recordar para não repetir. Assim, anualmente, durante todo o mês de novembro, o município de União dos Palmares, que fica a 76,4 quilômetros da capital alagoana, recebe um contingente acima de 10.000 pessoas do Brasil e do exterior – a maioria, interessada em conhecer o Parque Memorial Quilombo dos Palmares”.

Atualmente, o Dia da Consciência Negra é comemorado em apenas 1.260 cidades em que há leis decretando o feriado na data que rememora a morte do líder Zumbi dos Palmares – símbolo da luta do povo negro contra a escravidão. Aqui, em Alagoas, a Lei Estadual nº 5.724, de 1995, garante que todos os municípios do Estado adotem o feriado do Dia da Consciência Negra.

Absurdo Às vésperas do dia 20 de novembro o Brasil ainda presencia certas aberrações como a acontecida, hoje, na Câmara dos Deputados, quando o parlamentar Coronel Tadeu (PSL/SP) quebrou uma placa da exposição “Trajetórias Negras Brasileiras”, de autoria de Latuff. A exposição é uma homenagem ao Dia da Consciência Negra.

Os congressistas David Miranda (Psol-RJ), Talíria Petrone (Psol-RJ), Benedita da Silva (PT-RJ) e Áurea Carolina (Psol-MG) registraram um boletim de ocorrência contra o parlamentar Coronel Tadeu. Eles também solicitaram as imagens do deputado do PSL quebrando a placa e solicitaram, ainda, a recolocação da mesma.

Os parlamentares também entrarão com uma representação contra o deputado do PSL, no Conselho de Ética da Câmara, por quebra de decoro. A ocorrência será encaminhada para a corregedoria da Câmara, que irá analisar o caso.

Ícone facebook
Ícone twitter
Ícone whatsapp
Ícone email
Ícone impressora